Home / Empreendedorismo e negócios / Dicas para planejar a Black Friday
Figura 2 - Fast Fashion ajuda a economizar tempo e dinheiro

Dicas para planejar a Black Friday

Está chegando mais uma Black Friday, que já está sendo considerada a data mais lucrativa para o e-commerce. Isso é algo sem precedentes e mostra como a data é importante para todos os tipos de vendas. E hoje você aprenderá algumas dicas úteis para conseguir sucesso na edição deste ano!

Mais do que colocar alguns produtos com desconto, é necessário tomar alguns cuidados para que você não tenha problemas com essa data tão forte para o comércio. Aqui você aprenderá o que fazer antes do dia chegar e o que fazer durante a promoção. Você verá também quais são as melhores estratégias para otimizar seus lucros e evitar problemas com clientes. Pronto para aprender? Vamos lá!

Prepare-se com antecedência

Uma das dicas mais importantes para aproveitar bem este dia é se preparar com bastante antecedência. O brasileiro é conhecido por deixar as coisas para serem realizadas na última hora, mas nesse caso não pode ser assim. Isso porque pode ser difícil conseguir cuidar de todos detalhes a tempo da promoção.

Por isso tenha um cronograma de coisas que precisam ser feitas e vá realizando conforme for possível. Se perceber que será necessário contratar mais pessoas para o dia, já coloque os valores necessários dentro deste planejamento. Observe também quais modificações físicas serão necessárias e as esquematize.

Black Friday
Figura 1 – Alcance seus clientes pelo e-commerce

Existem outros pontos que explicaremos abaixo, como estoque, infra-estrutura e definição de valores. Envolva todos eles no seu planejamento e crie uma estratégia que permita o menor número de problemas durante a Black Friday.

Personalize suas campanhas

Clientes gostam de serem atendidos como pessoas. No processo de venda costumamos tratar todos os clientes de forma igual, por isso os clientes se sentem felizes quando são tratados personalizadamente. Para isso existem meios de conseguirmos informações a respeito da pessoa e que nos ajudem no processo de venda.

Se você tem um e-commerce, é possível trabalhar com os famosos leads (informações digitais dos seus clientes atuais e potenciais), conseguindo eles por meio das vendas do seu site e ferramentas de marketing digital, como mailiing e posts nas redes sociais.

Uma vez que você possui essas informações sobre seus clientes, é possível criar perfis de acordo com seus gostos compartilhados pelas redes sociais, pelo que eles costumam olhar ao visitar o seu site, ou pelas pesquisas que eles costumam fazer. Tudo isso é possível com o marketing digital.

Se a loja for física, é possível criar fichas de cadastro que guardem os dados dos clientes, e dessa forma será possível contata-los para falar da Black Friday. Algo que pode ser feito é oferecer descontos ou cupons de sorteio para clientes que preencherem um questionário. Nesse questionário você poderá incluir os dados do cliente e algumas perguntas de cunho pessoal.


Como montar uma loja virtual de roupas


Dessa forma você terá como atingir sua clientela de forma que ela se sinta impelida à gastar. Essas estratégias costumam animar os clientes, tendo as promoções da Black Friday isso aumentará ainda mais.

Tenha descontos antes do dia D

Talvez a maior crítica à Black Friday seja o fato de que muitas lojas inflam seus preços com antecedência, dando grandes descontos no ‘dia D’, sendo que não existe um desconto real. Fuja dessa prática, pois ela pode ser considerada como crime!

O que se indica nesse caso é baixar os preços gradativamente, mesmo antes da promoção. Para que isso não impacte nos seus lucros, você pode colocar em promoção aqueles produtos que não tem saída e que tem ficado parados no estoque por muito tempo. Coloque seu estoque para funcionar!

Se você souber diminuir os preços e mostrar isso aos clientes (por meio de gráficos e fotos), é mais provável que ele tenha confiança em seu negócio e decida comprar aquele produto. Hoje a clientela tem inúmeras ferramentas para checar e comparar preços, como o Bondfaro. É melhor ser sincero com seu cliente do que ele te pegar nessas ferramentas.

Fique atento ao estoque

Se as vendas aumentam nessa data, você precisa ter um estoque dimensionado para isso. Já imaginou que terrível não ter produtos o suficiente para oferecer aos seus clientes devido à falta de estoque? Essa é uma das piores coisas que podem acontecer aos lojistas.

Para evitar isso, estude os números da Black Friday. Veja quanto o consumo costuma aumentar nessa data e reflita esse número em seu estoque. Faça as contas e veja se não vale a pena comprar mais de um determinado produto.

Figura 2 – Ganhe seus clientes através de descontos

Uma estratégia que pode ser feita é de colocar algum produto com uma promoção muito boa algumas semanas antes e analisar a performance de vendas dele. Com os números alcançados é possível saber se vale a pena liquidar ou não aquelas peças na Black Friday.

Deixa a infra-estrutura em dia

Além do estoque, existem outros itens que precisam estar em dia para que sua loja não passe vergonha no dia da Black Friday. Como se sabe que as vendas aumentam vertiginosamente nesse dia, prepare-se o quanto puder para ela.

No caso de lojas físicas, deixe os corredores e espaços livres para a circulação de mais pessoas. Teste todos os equipamentos do mostruário e os deixe funcionando normalmente. Cheque as etiquetas de preço e vejam se estão corretas.

Se o seu caso for o de uma loja virtual, prepare seus servidores para a quantidade maior de acessos. Conversem com antecedência com sua equipe de TI e peça para que eles se preparem para até o dobro de conexões do que o comum. Nessas horas é melhor estar preparado de sobre do que correr riscos de quedas.

Peça também para que a equipe de TI tenha alguém de plantão, caso haja algum problema de noite ou madrugada. Mesmo durante o dia, peça para que tenha alguém dedicado exclusivamente para manter a performance e estabilidade do seu e-ecommerce.

Fique de olho nos custos

Com tantas decisões a tomar, avalie muito bem os custos de aderir à Black Friday. Sim, suas vendas aumentarão vertiginosamente, mas é necessário calcular se os descontos concedidos não vão te dar prejuízo no final das contas.

Para isso, a melhor coisa a fazer é a mesma dica que demos para o caso dos estoques: se baseie no crescimento de vendas nas Black Fridays anteriores. Assim será possível saber o que é melhor para seu negócio. Observe empresas do mesmo setor para ter mais certeza dos resultados.

Claro, projeções não são uma certeza absoluta, e pode ser que as saídas sejam mais incríveis do que o esperado, mas nessas horas é sempre bom ter um planejamento bem desenhado para evitar perdas na liquidez e arrependimentos no futuro.

Figura 3 – Não engane seus clientes com descontos falsos

Sinceridade com o valor real do produto

Talvez esse seja o ponto que todo o cliente pede ao ver uma promoção de Black Friday: justiça. É muito comum ver lojas aumentando o preço dos produtos de forma errada, cobrando muito mais do que aquele produto vale, para no dia da Black Friday dar um ‘desconto’.

Como falamos mais acima, fuja disso! Uma das formas que você pode fazer para que o consumidor fique mais tranquilo é especificando os valores que aquele produto teve antigamente, ou comparando ele com lojas onde ele sai mais caro. Se quiser arriscar um pouco mais, mostre um gráfico que especifique o que compõe o valor daquele produto.

Mostre os gastos internos (com o lucro adicionado), impostos e valor real do produto e seja o mais transparente possível com seu cliente. Dessa forma ele poderá ver sua boa-fé e comprar de você. Fidelizar clientes é sempre uma boa opção, e através da confiança isso é facilitado.

Pense no seu consumidor

Talvez essa seja uma decisão arriscada do ponto de vista do lucro, mas uma forma de conseguir mais vendas é colocando os produtos com mais saída com descontos. Como esses produtos são os que levam pessoas até seu negócio, coloca-los em melhor condição de compra vai, consequentemente, trazer mais pessoas até seu comércio.

O medo que existe quando se usa essa técnica é o de perder um lucro que estaria, tecnicamente, garantido. Mas se o volume de vendas aumentar bastante, você poderá maximizar suas receitas a curto prazo, conseguindo assim o efeito esperado pelo mercado durante a Black Friday.

Precisa de ajuda com a Black Friday?

Como você deve ter percebido, somos uma consultoria de moda. Mas caso você precise de ajuda com a Black Friday, com relação ao planejamento e promoções a serem realizadas, entre em contato conosco! Clicando neste link você terá a possibilidade de fazer um orçamento personalizado, permitindo estratégias de promoção alinhadas com o seu cronograma de coleção.

Estamos aqui para ajudar o seu negócio a ter sucesso. Mande sua mensagem pelos comentários ou pelas redes sociais e aguarde nossa resposta 😉

Sobre Luiza Freitas

Co-founder e Presidente da Fashion Office Especialista em Planejamento e Gestão da Coleção

Veja também

Como calcular o markup da minha coleção

Quem trabalha com moda pode se encontrar com a seguinte dúvida: como calcular a fórmula …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Watch Dragon ball super