Home / Corte e confecção / Estampa Digital ou Silk: qual vale mais a pena?

Estampa Digital ou Silk: qual vale mais a pena?

Muitas pessoas querem abrir a sua marca de moda e muitas vezes, marcas que precisam de estampas exclusivas. Porém, na hora de escolher a melhor técnica de estamparia, surge a dúvida: Qual é a melhor técnica de estamparia para a minha marca de moda, estampa digital ou silk?

É o que você descobrirá hoje! Iremos falar sobre as diferenças entre estampa digital e o silk screen, o que caracteriza cada uma delas e qual é a melhor para sua coleção. Você aprenderá também os cálculos necessários para fazer a decisão certa. Vamos lá?

O que é estampa digital

Podem ser consideradas como estampa digital todas as estampas em que o desenho é impresso diretamente no tecido. Primeiro o desenho é criado e depois passado pelo computador, onde será impresso. Para isso, utiliza-se uma máquina de impressão, que pode ser comparada com uma impressora de fotos, basicamente.

Após a impressão existe um processo de lavagem que visa a retirada de uma película que se aplica antes de cada impressão. Fora do Brasil a estampa digital é bem utilizada e conhecida, mas aqui sua utilização é, de certa forma, recente.

estampa digital
Figura 1 – Qual estampa é melhor para seu negócio?

As vantagens desta técnica é que as cores ficam mais nítidas e chamativas, mesmo que o tecido seja dobrado. Outra vantagem é que o designer da peça tem uma liberdade maior de trabalho, já que ele pode modificar o desenho sempre que necessário, no computador.

Por último, essa acaba sendo uma opção sustentável, já que não existe descarte de tintas e sobras, como em outras técnicas de estamparia. Talvez a desvantagem desta técnica fique por conta da produção em larga escala, que acaba sendo mais difícil do que no caso do silk screen.

O que é silk screen

O silk screen também é conhecido como serigrafia e nada mais é do que um processo de impressão. A diferença é que neste caso são utilizadas tintas, que podem ter um processo de impressão mecânico, manual ou automático.

No processo de impressão, um rodo pressiona a tinta que foi utilizada, utilizando uma tela, que pode ser de seda ou nylon. Essa seda é esticada por um bastidor em aço ou madeira. Apesar de ser dispendioso, o silk screen é atualmente a técnica de estamparia mais utilizada.

Ele é aplicada geralmente em estampas de jeans, camisetas, moletons e outros tipos de vestuário. Além disso, ela também pode ser aplicada em materiais que não sejam tecidos, como borracha, vidro e papel.

Tais materiais podem ter diferentes formatos e tamanhos que a técnica continua podendo ser aplicada. Esse dinamismo acaba sendo um trunfo da técnica de silk screen.

Diferenças

Agora que você já conhece o que é cada uma destas técnicas, vamos entender onde se situam as principais diferenças entre elas:

Aspecto da peça

Quando se trata da aparência da estampa, a preferência vai depender do seu segmento de atuação. Para camisetas estampadas, geralmente se prefere o silk, que deixa a cor mais viva e o toque melhor. No entanto, no segmento de moda praia a preferência é pela estamparia digital. Nesses tecidos o que acontece é o oposto, e até a durabilidade da cor da estampa é maior.

Como manter a margem de lucro da coleção

Preços

Essa é a maior dúvida que surge na escolha da estampa. A verdade é que existem diversos fornecedores em cada técnica de estamparia e cada um pratica preços diferenciados. O que vai determinar qual custo é melhor será a quantidade de peças ou de metros de tecidos a serem estampados – lembrando que a estampa pode ser localizada (como em camisetas, por exemplo) ou corrida (também chamada de rapport, quando a estampa cobre todo o tecido).

Qual é a melhor técnica de estamparia para mim?

Como muitos profissionais fazem essa pergunta, criamos uma planilha simples para facilitar essa decisão. Nela fazemos um cálculo que engloba alguns aspectos de produção, permitindo decidir se a estampa digital ou o silk screen é a melhor técnica para sua coleção.

O que você precisa saber são os preços praticados pelos fornecedores que você deseja trabalhar e a quantidade mínimade cada um. Muitas vezes o custo por peça ou metro é até melhor, mas a quantidade mínima exigida pelo fornecedor torna a produção inviável.

Nessa planilha, você irá preencher o número de peças ou de metros a serem estampados. Com isso será possível calcular tanto o custo da estampa corrida ou da estampa localizada. Preencha também o custo da batida da estampa no silk e o custo da impressão da estampa na estamparia digital.

Com essas informações, você verá um comparativo entre as duas técnicas para facilitar a sua decisão final. Vamos mostrar abaixo um exemplo de como esse cálculo funciona:

Exemplo de cálculo

estampa digital
Figura 2 – Exemplo do cálculo simples

Como é possível ver na imagem acima, inserimos os custos com estampa digital e silk screen, além das quantidades mínimas de produção. Com estes valores, encontramos o valor final para a produção com cada técnica. Com os valores em mãos fica mais fácil decidir sobre qual é a melhor escolha a ser feita.

Gostaria de ter acesso a esta planilha? Confira no próximo tópico como conseguir!

Concluindo…

Para ter a planilha para calcular a melhor técnica de estamparia para a sua marca de moda, clique aqui! Não precisa preencher seus dados, é só clicar e baixar agora! Se você tiver mais alguma pergunta relacionada ao universo da moda e das estampas, mande nos comentários que teremos prazer em responder.

Sobre Luiza Freitas

Co-founder e Presidente da Fashion Office Especialista em Planejamento e Gestão da Coleção

Veja também

Tipos de bojo para lingerie e moda praia

Por mais que as tendências apontem para sutiãs sem bojo, as mulheres brasileiras não abrem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Watch Dragon ball super