Home / Criação e ficha técnica / Estilista vs. Modelista: como estabelecer a melhor comunicação
Fashion designer draws a sketch of the future dress on paper beside lie thread and lace

Estilista vs. Modelista: como estabelecer a melhor comunicação

Você sabia que existem vários papéis importantes dentro de uma marca de moda? Chamamos eles de stakeholders. Cada um tem sua importância para o sucesso de sua produção, venda e recepção no mercado. E hoje vamos focar em dois dos mais difíceis de gerenciar: estamos falando do Estilista e Modelista.

Você sabe quais são as atribuições de cada um desses papéis, e como fazer para que eles se comuniquem da melhor forma possível? Pois é isso que abordaremos neste texto. Vamos listar quais são as atividades que cada um exerce, as áreas em que o trabalho de ambos se cruza, e como fazer para tirar o melhor destes dois mundos. Vamos lá!

O que faz o estilista

O estilista é o personagem mais criativo no universo da moda. Este é o responsável pelo desenho e desenvolvimento de cada peça. Ele funciona como uma espécie de filtro do mercado, aliando técnicas, tendências e processo criativo na estilização de coleções.

Dessa forma, é muito importante que este profissional esteja antenado com o que há de tendências no mundo fashion. Isso é necessário porque o mercado é guiado por essas tendências. Criar produtos à esmo e apenas seguindo sua intuição pode trazer péssimos números na hora de performar as vendas.

Uma outra dica que pode ser dada ao profissional estilista é que ele deve consumir conteúdo criativo como forma de inspiração. Música, fotografia, filmes, tudo pode ser usado para incrementar seu processo inventivo.

Figura 1 – Reuniões entre modelista e estilista são muito importantes

E o modelista?

Já o modelista é quem moldará cada peça desenhada pelo estilista, como o nome sugere. Através do seu trabalho, serão criados os moldes das peças que foram estilizadas, sendo muito importante ter atenção. Caso contrário, haverá a necessidade de retrabalho.

Para evitar isso, deve-se entender a particularidade de cada tecido indicado e deve também haver um entendimento do que o estilista propôs em sua criação. Para algumas pessoas essa é a segunda posição mais importante no mercado da moda, já que um passo errado pode resultar na perda de tempo e dinheiro investidos no desenvolvimento de produtos.

Vale ressaltar que o modelista trabalha no molde que será utilizado no talho da peça-piloto. Apenas havendo a aprovação do responsável pela peça é que a produção em massa será tocada à frente.

Se a pessoa deseja seguir carreira como modelista, indica-se que ela tenha conhecimentos em geometria, tecidos e padrões de costura. Além disso, é interessante que seja uma pessoa criativa, já que muitas vezes será necessário adaptar as ideias que o estilista teve.

Estilista e Modelista: como trabalhar juntos

Para que a empresa possa realizar o desenvolvimento da coleção de forma mais assertiva e com o menor custo, é fundamental que esses dois profissionais estabeleçam a melhor comunicação possível. Quando se fala de moda, estilista e modelista dependem um do outro.

O estilista depende que seu desenho seja bem interpretado pelo modelista para que a roupa seja confeccionada da maneira como ele imaginou. O modelista depende que o estilista seja muito claro na sua comunicação. Além disso, é necessário que ele adapte sua ideia inicial quando houver limitações técnicas que impeçam a criação da forma original. Para que essa relação funcione bem, é fundamental que haja comunicação.

Abaixo daremos algumas dicas para se estabelecer uma boa comunicação entre o estilista e modelista dentro da empresa, para evitar os conhecidos problemas entre ambos. Confira!

Desenho Técnico e Ficha Técnica

Um desenho claro e detalhado auxilia em muito o trabalho do modelista, principalmente quando há indicações de acabamentos, pences e recortes. Muitas vezes o estilista delega essas decisões para o modelista, o que pode fazer com que sejam tomadas decisões de acabamento, por exemplo, que o estilista não goste. Por isso, quanto mais detalhado estiver o desenho e a ficha técnica, menor será o retrabalho na fase da modelagem.

7 itens indispensáveis em uma ficha técnica

Bases de modelagem

É muito importante que o profissional de modelagem desenvolva bases de modelagem que serão utilizadas como base de trabalho na interpretação de modelos. Essas bases também precisam ter sido pré-aprovadas pelo estilista.

Alguns pontos podem ser podem ser definidos na base para evitar a repetição de alterações ou problemas na interpretação de modelos. Entre eles, podemos citar:

  • vestibilidade da peça
  • caimento
  • altura da cava
  • profundidade do decote
  • caída de ombro

Uma dica que podemos dar é: Faça uma base de cada categoria de produto por tecido para garantir a qualidade da vestibilidade da peça, ou pelo menos do tipo de produto mais desenvolvido pela empresa.

Setup de desenvolvimento

O momento de setup entre a criação e a modelagem é importante para aproximar esses dois profissionais e facilitar a compreensão da linguagem entre eles. Estabeleça reuniões com uma frequência determinada para tirar dúvidas e levantar pontos importantes para o trabalho de cada um.

Uma das formas que pode guiar essa comunicação é através da adoção de metodologias de gestão e planejamento de projetos, como o Scrum. Empresas como a Zara tem liderado uma revolução no setor através da adoção desses princípios de gerenciamento.

estilista e modelista
Figura 2 – Aprenda como tirar proveito de ambas áreas da moda

Todos são responsáveis pelo sucesso da empresa

Tão importante quanto cada um ser bom no que faz, é que cada um entenda que não adianta ser apenas bom na sua etapa e deixar a “bomba” para o próximo da fila. O sucesso da coleção depende de todos, então procure se envolver nas etapas dos próximos para estabelecer um canal aberto de comunicação e facilitar que possíveis erros sejam vistos com antecedência, não depois que ficar mais caro corrigi-los.

É importante que o colaboracionismo seja pensado e desenvolvido na empresa, para evitar que hajam atrasos, problemas e falhas na comunicação. Sabemos que sempre haverá um ou outro problema, mas depende de cada um trabalhar para que isso seja diminuído ao máximo possível.

Quando se pensa coletivamente, estilista e modelista trabalham juntos, com um mesmo objetivo.

Estilista e Modelista: tire o melhor deles!

Se você tem interesse em adotar as ideias que foram discorridas neste post, entre em contato conosco! Solicite um workshop para aprimorar a comunicação entre estilistas e modelistas para a sua empresa ou instituição. Clique aqui e saiba mais!

Sobre Janaina

Co-founder e Gestora de Modelagem e Produção Especialista em Ergonomia e Qualidade de Produto

Veja também

Crie o seu produto de moda

Como criar um produto de moda?

Saiba que criar um produto de moda não é uma tarefa difícil. Tudo que você …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Watch Dragon ball super